Atividade Física Regular, seu melhor investimento em saúde.

 

Movimento

Em 2012 a revista científica The Lancet publicou o que ela denominou de “Primeira Série em Atividade Física”, onde demonstrou que 5.3 milhões de mortes por ano estão relacionadas à inatividade física e que este é um fator de risco modificável, tão importante quanto a obesidade e o tabagismo.

A Segunda Série foi publicada, agora, ás vésperas das Olimpíadas Rio 2016, e faz um alerta global para a urgência de levar a atividade física regular a sério. Estas últimas pesquisas levantam questões importantes sobre a relação da inatividade física com a demência, com os altíssimos custos dos serviços de saúde, com o risco adicional do excessivo tempo que passamos sentados, entre outras áreas vitais da saúde pública.

O mais alarmante, no entanto, é a constatação que a incidência do sedentarismo não está melhorando, apesar de muitos países já terem suas políticas e planos, neste setor. Enquanto crescem as evidências de intervenções efetivas, fica o desafio de implementá-las em escala populacional.

As empresas têm desempenhado um importante papel global no combate ao sedentarismo, incluindo ações para incentivar seus funcionários a realizarem atividade física regular, ou mesmo driblarem os efeitos de muitas horas sentadas, em seus programas de qualidade de vida.

No entanto, nossas estatísticas mostram que apenas 20% dos funcionários de uma empresa estão prontos para incluir a atividade física em seu dia a dia. A grande maioria, no entanto, não aderem aos programas ou iniciam, mas não conseguem continuar. Para este grupo, não basta oferecer oportunidades de realizar a atividade física, é preciso um suporte maior para movê-los para a ação e mantê-los lá. Nestes mais de 20 anos de experiência em consultoria para GQVT, o trabalho com wellness coaching se mostrou o mais efetivo para mudança de comportamento para hábitos saudáveis, inclusive para a atividade física regular. Vale a pena conhecer!

 

Até!